Estratégia

Share to Facebook Share to Twitter Share to Google Plus

Automação Robótica como estratégia de BPO (Business Process Outsourcing)

 

Recentemente li um artigo muito interessante da HfS Research sobre a percepção das empresas que têm adotado a automação robótica, com base na experiência que tiveram em termos de BPO (Business Process Outsourcing). O texto traz dados relevantes, que apontam esta estratégia tecnológica como uma tendência para 2015. O artigo destaca uma pesquisa feita pela empresa Cognizant com 537 executivos, que elenca os principais benefícios almejados pelas companhias que estão aplicando a automação robótica.

Os motivadores mais citados para a utilização de robôs foram a redução das taxas de erro e a melhoria da gestão de tarefas repetitivas, ambas respondendo por 21% das menções.

De acordo com outra pesquisa realizada pela HfS Research, em conjunto com a KPMG LLP com 168 líderes de operação, metade das empresas precisa limitar seus investimentos na força de trabalho. O que é compatível com o número de entrevistados que afirmou estar considerando o uso da automação robótica como uma opção viável.

Cada vez mais, as empresas estão buscando alternativas para serem mais eficientes, reduzindo custos. O uso da tecnologia de robótica ajuda nesse sentindo, pois é possível criar scripts de processos que garantem a padronização na execução das tarefas ao mesmo tempo em que diminuem os custos com mão de obra. Além de ser uma opção que faz todo sentido em termos de BPO, a automação robótica se aplica com especial facilidade em processos de Back Office.

Com o uso de robôs de software para automatizar a execução de tarefas em fila para tratamento, as empresas podem melhorar sua eficiência operacional e também reduzir custos. Assim, os funcionários podem se concentrar em atividades de negócio analíticas, reduzindo o tempo gasto com tarefas mecânicas e repetitivas que podem ser automatizadas.

A automação robótica pode ser aplicada em tarefas dentro das operações de Back Office através da incorporação de rotinas que envolvem inicialização de aplicativos, seleção do mouse, preenchimento de campos, copiar / colar informações, preenchimento de formulários e cálculos. A solução também consegue criar um sistema de controle centralizado para monitorar e gerenciar filas de tarefas e execução de processos, além de ter alta capacidade de redimensionamento (escalabilidade), possibilitando a adição de robôs com facilidade sempre que precisar de mais processamento, como por exemplo, em horários ou dias de pico.

Em um cenário de restrição de investimentos e aumento de competitividade, as empresas precisam cada vez mais aproveitar seus profissionais em tarefas nobres e otimizar seus processos. E a conjugação da qualidade com a eficiência tem o potencial de impactar positivamente a experiência do cliente. Por isso, acredito que o uso da automação robótica seja de fato uma tendência para os próximos anos, o que certamente ajudará as companhias a alcançarem seus objetivos de crescimento e controle de custos.

  • Ingrid Imanishi, gerente de soluções avançadas da NICE Systems.

BIGtheme.net Joomla 3.3 Templates